Conheça a “Bué Good”: a loja que vem mudar o conceito do mercado online em Angola

Fazer compras por meio da tela de um computador ou telemóvel sempre despertou a desconfiança de quem o faz, por inúmeras razões o povo angolano sempre preferiu o “toma lá, da cá” de forma presencial, o que descredibilizava empreendedores que durante a fase pandémica acharam o seu lugar no mundo. A marca Bué Good surge na perspectiva de tornar seguro esse processo, por meio das suas plataformas fazer chegar aos clientes de forma gratuita os produtos por ela comercializada.

A união de três jovens Domingos Farias, Armindo Domingos e Ravelino de Castro gerou em 2021 a loja online “Bué Good” com o objectivo de criar um novo conceito de venda online para o mercado nacional, oferecendo a facilidade de aquisição de produtos como roupas, calçados, telemóveis e seus acessórios nesta primeira fase do lançamento.
O conceito habitual de compras online em Angola sempre envolveu muita informalidade, o que acabava por gerar insegurança por parte das pessoas, e a Bué Good vem mudar a forma como o comércio electrónico é visto no país, começando pela criação de uma marca, que para além de oferecer produtos que as pessoas procuram, oferece também um atendimento de qualidade para assim gerar boa experiência aos compradores.

Com a actuação em distintas áreas, Armindo e Domingos possuem experiência no comércio, e Ravelino mergulha no mundo das tecnologias desde conceitos á praticidade de softwares, fazendo assim a mistura clichê do “útil ao agradável”

Inicialmente a “Bué Good” limita-se no virtual, por conta do modelo de negócio estabelecido por enquanto, para além de não os impedir de actuar nas 18 províncias, também facilita a criação de bases para posteriormente expandir o atendimento nas futuras instalações.

Em conversa com o Portal Tudo A Ver, um dos sócios explicou a facilidade da aquisição dos produtos na “Bué Good”:

“O potencial cliente precisa de um produto, vai até ao nosso website, usa a ferramenta de pesquisa encontra o produto, faz a encomenda e recebe o feedback, o nosso pessoal recebe o pedido e vai processar (fazer a entrega, inclusive grátis para a província de Luanda), ou então, o potencial cliente vê um anúncio, envia uma mensagem para uma das nossas redes sociais, a encomenda é registrada e processada.”